Tamanho da fonte:

Uma das técnicas usadas no yoga para acalmar a mente o corpo são os chamados pranayamas, ou exercícios de respiração. Eles costumam ser utilizados durante a realização das posturas, mas também podem ser facilmente incorporados no dia a dia para diminuir a ansiedade e gerenciar o estresse. Conheça quatro exercícios que podem ser praticados por qualquer pessoa.

Respiração da abelha
“Esse é um dos exercícios que considero mais potentes para mudar qualquer tipo de vibração”, afirma Carolina Zoli, professora de hatha yoga da Casa Jaya, em São Paulo. A prática tem esse nome por imitar o som de uma abelha (Bhramari, em sânscrito). Inspire livremente pelas narinas e solte o ar vibrando o som na garganta durante toda a expiração. Continue em um ritmo confortável por 5 a 10 minutos. “A técnica pode trazer benefícios relacionados a insônia, ansiedade e estresse”, diz Zoli.

Respiração Lunar
Também conhecida como Chandra Bhedana, acalma o corpo e a mente inquieta. Sentado em uma posição confortável, tampe a narina direita com os dedos indicador e médio. Inspire pela narina esquerda e inverta a posição dos dedos, tampando agora a narina esquerda. Solte o ar pela narina direita. Faça três ciclos por 3 a 5 minutos. “Não faça esse exercício se estiver se sentindo letárgico ou sonolento”, recomenda Carolina Zoli.

Respiração na barriga
Esse pranayama simples diminui a ansiedade e combate a depressão, segundo Tarika Palmieri, professora de inner rioga do Espaço Kurma, em São Paulo. Sente-se em uma posição confortável ou deite-se com os joelhos flexionados. Feche os olhos e observe a respiração.  Coloque as palmas das mãos abaixo do umbigo, relaxe os braços, a cervical e o maxilar. Inspire profundamente pela boca e sinta o ar chegar até a barriga, expandindo o abdômen. Na expiração, o abdômen se contrai naturalmente. Continue de maneira contínua e suave, sem forçar a respiração, por 5 a 10 minutos. “Por estética ou tensão, os adultos tendem a contrair o abdômen e respirar na parte de cima do peito. Mas isso não é natural”, aponta Palmieri. “Observe um bebê dormindo e perceba que a barriga dele sobe e desce conforme ele inspira e expira.”

Respiração profunda no coração
Trata-se de um exercício semelhante ao da barriga, mas com ênfase na região do coração. Sentado ou deitado em uma posição de relaxamento, coloque a palma da mão direita sobre o coração. A outra mão pode ficar descansada no colo ou no joelho. Feche os olhos, inspire e sinta a caixa torácica expandindo. Expire e perceba que a região relaxa. Repita por 3 a 10 minutos. “Tanto essa respiração quanto a anterior trazem a pessoa para o momento presente e diminuem a ansiedade e a depressão”, diz Palmieri.