Tamanho da fonte:

Ter um parceiro na meia idade é um importante fator de proteção contra a morte prematura: os solteiros apresentam o dobro de probabilidades de morrer antes que os casados. Essa é a conclusão de um estudo da Universidade de Duke, nos Estados Unidos, que avaliou 5 mil ex-alunos da Universidade da Carolina do Norte – uma pesquisa ainda em andamento com pessoas nascidas na década de 1940.

O objetivo era validar o peso dos laços sociais durante a meia idade. Entre as descobertas, a importância de substituir um parceiro perdido. Divorciados ou viúvos que não voltam a se relacionar diminuem as chances de chegar à velhice.
Leia o artigo original aqui.

Fonte: Ilene C. Siegler, Beverly H. Brummett, Peter Martin, Michael J. Helms. “Consistency and Timing of Marital Transitions and Survival During Midlife: the Role of Personality and Health Risk Behaviors.” Annals of Behavioral Medicine, January 2013.
Síntese: Equipe Plenae